Tamanho do texto

Em novo vídeo, maior youtuber do mundo disse que fará vídeos com menos palavrões e piadas ofensivas após nova política monetária da plataforma

Depois de muitas polêmicas,  PewDiePie  prometeu fazer vídeos menos ofensivos. O maior youtuber do mundo tomou essa decisão após a política monetária do YouTube ser mudada, fazendo com que vídeos considerados ofensivos não fossem mais monetizados.

Leia também: PewDiePie perde contrato com a Disney após acusações de anti-semitismo

O youtuber sueco PewDiePie prometeu fazer vídeos menos ofensivos para não perder dinheiro no YouTube
Reprodução/Youtube
O youtuber sueco PewDiePie prometeu fazer vídeos menos ofensivos para não perder dinheiro no YouTube

Em um vídeo divulgado nessa segunda-feira (10),  PewDiePie disse que a nova política do YouTube fez com que cerca de um terço de seus vídeos não fossem mais monetizados. Ele afirmou que a única maneira para voltar a ganhar dinheiro com a plataforma do Google era mudando a maneira como ele fazia os vídeos.

Leia também: PewDiePie fala sobre polêmica: "Admito que a piada foi longe demais"

"Não vou mais xingar, não vou fazer piadas de cunho sexual e não vou fazer piadas sobre Hitler", disse Felix Kjellberg. "Queria estar brincando, mas não estou. Eu vou ser mais conservador a partir de agora para que eu não vire um sem-teto. Eu amo muito dinheiro", explicou.

De acordo com o próprio sueco, a nova política monetária do YouTube fez com que ele perdesse mais dinheiro em apenas um dia do que em todo o ano de 2013. Entretanto, o youtuber segue sendo um dos criadores de conteúdos mais assistidos da internet.

Mudança

A nova política do Google foi colocada em uso após uma polêmica que envolveu Felix Kjellberg. Em fevereiro, ele fez um vídeo com conteúdo considerado anti-semita, o que fez com que o youtuber perdesse muitos acordos comerciais.

Depois disso, algumas empresas e marcas passaram a cancelar patrocínios no YouTube ao descobrir que seus anúncios estavam sendo exibidos em vídeos com discurso de ódio ou conteúdo ofensivo. Por isso, o Google decidiu que esse tipo de vídeo não seria mais monetizado.

Leia também: PewDiePie ameaça excluir canal do YouTube e engana a internet inteira

Considerado o maior youtuber do mundo, PewDiePie ganhou US$ 15 milhões (R$ 47 milhões) só com o YouTube em 2016. O sueco de 27 anos tem 54 milhões de inscritos em seu canal e mais de 15 bilhões de visualizações em todos os seus vídeos.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.