Tamanho do texto

A Nintendo fará uma coletiva para revelar detalhes do Nintendo Switch nesta sexta-feira (13). Veja o que se sabe até agora sobre o novo console

A Nintendo confirmou, em 20 de outubro do ano passado, que lançaria um novo console em 2017: o Nintendo Switch. Contudo, poucos detalhes do console foram divulgados até agora pela gigante dos videogames.

Conheça o Nintendo Switch, o novo videogame da Nintendo

Nintendo Switch
Divulgação
Nintendo Switch

Embora esse cenário esteja perto de mudar - a Big N fará uma coletiva sobre o Nintendo Switch na próxima sexta-feira (13) -, o iG reuniu tudo o que já se sabe sobre o console (e todos os boatos também!). Confira:

Ligado na TV - ou não

O console poderá ser ligado na TV, mas terá um modo portátil, que torna possível ao jogador usar o aparelho mesmo estando longe de aparelhos televisores. Isso porque ele tem duas partes destacáveis que funcionam como joysticks e um cabo para conectá-lo a uma TV ou uma tela maior.

Tamanho não é documento

Apesar de pequeno, o Switch será um console poderoso, garante a Nintendo. Isso porque o console deve usar chip interno da série Tegra da Nvidia, além de ter um sistema operacional próprio. A expectativa é que a empresa confirme as especificações técnicas do console na coletiva desta semana.

Pokémon GO é proibido na China por oferecer riscos à segurança

Link, Zelda, Mario, Luigi... A turma toda

O novo videogame da empresa japonesa receberá o próximo da série The Legend of Zelda, que também será lançado para Wii U. O vídeo de lançamento do Switch também mostra que o game também receberá um novo título de Super Mario em 3D. Além desses games, franquias como Skyrim: Definitive Edition, NBA 2K17 e uma nova versão de Mario Kart 8estão confirmadas. As desenvolvedoras Activision, Konami, Sega, Capcom, Ubisoft e Warner Games confirmaram que desenvolverão games para o novo console.

Velocidade depende da base

Em tom de rumor, o que especula-se é que o videogame rodará mais rápido quando estiver conectado à sua base, de modo que a unidade de processamento gráfico do Switch funciona a 307,2MHz quando desconectada, enquanto que conectada, a GPU consegue rodar a 768MHz. Mudanças na memória, contudo, não são perceptíveis: a CPU do Switch roda a 1020MHz, estando conectada ou não à base, e sua memória roda a 1331 ou 1600MHz, dependendo da configuração.

Joy-Con

Os controles do Switch já tem nome: Joy-Con. Isso seria uma mistura entre Joystick e Controller, já que os pequenos aparelhos destacáveis apresentam as duas funções, além de terem uma bateria própria cada.

Cartuchos, welcome be back!

Por meio de imagens oficiais, a Nintendo já confirmou que seu novo console usará cartuchos (e nos fará dizer adeus aos discos arranhados \o/). Isso porque são mais fáceis de armazenar e transportar (afinal, esse é um console híbrido portátil), além de terem menor risco de sofrer danos quando comparado com discos.

Liberou geral

Após muitos anos, a Big N ouviu o apelo de seus fãs e desenvolveu seu primeiro console sem trava de região. Com isso, será possível rodar games adquiridos na Europa em um console comprado nos Estados Unidos, por exemplo. 

Twitch anuncia TwitchCon 2017 em Long Beach, nos EUA

Bateria não-removível

A FCC (o equivalente dos EUA à Anatel) publicou documentos sobre a versão que recebeu do console para testar, e tudo aponta que o Nintendo Switch não terá bateria removível. De que forma isso influencia a vida dos gamers? Bem, geralmente, o custo de troca de bateria interna nesse tipo de aparelho costuma ser bastante elevado, de forma que isso pode vir a se caracterizar como uma desvantagem para quem adquirir o console.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.