Relatório do Citigroup aponta que uma versão menor do novo console da Nintendo venderia 6 milhões de unidades até o fim de 2019

Um relatório elaborado por analistas do Citigroup , um dos maiores grupos de serviços financeiros do mundo, prevê que a Nintendo deve lançar uma versão slim do Nintendo Switch no ano que vem. De acordo com as estatísticas, uma versão menor do novo console da empresa japonesa geraria um lucro extraordinário.

Leia também: Switch e outros eletrônicos são banidos em alguns voos nos EUA

Em relatório do Citigroup, analistas apontam que Nintendo Switch pode ganhar uma versão mais leve em 2018
Divulgação/Nintendo
Em relatório do Citigroup, analistas apontam que Nintendo Switch pode ganhar uma versão mais leve em 2018

Segundo as projeções dos analistas, uma versão silm do Nintendo Switch venderia mais de 6 milhões de unidades até o fim de 2019. Para eles, a grande vantagem seria o conforto de crianças pequenas ao jogar no novo console.

"Apesar do Switch poder ser usado como um aparelho portátil, achamos que crianças pequenas podem ter problemas para usá-lo confortavelmente devido ao tamanho e ao peso do console", diz o relatório. "Achamos que a Nintendo vai lançar uma versão mais leve, dedicada à modalidade portátil, possivelmente chamada Switch Mini", previram os analistas Minami Munakata, Kota Ezawa e Alicia Yap. De acordo com dados divulgados pela Nintendo, o Switch tem 10 centímetros de altura, 24 centímetros de comprimento e pesa 297 gramas.

Leia também: Cinco jogos essenciais do Switch

Alavancando as vendas

Sem apostar quanto o novo Switch custaria, o Citigroup acredita que as vendas da versão menor alavancarão o lucro da Nintendo e até as vendas da versão regular. Para os analistas, o console venderá mais de 25 milhões de unidades até 2019.

O console já está dando bons resultados para a Nintendo. Na última sexta-feira (14), a companhia confirmou que o Switch é o seu videogame mais vendido no primeiro mês de lançamento, o que fez com que as ações da empresa subissem 2,1% na bolsa de Tóquio. 

Leia também: As principais reações ao Switch

Lançado em março, o Nintendo Switch reúne características de um console de mesa e videogame portátil. Até agora, o console já vendeu 906 mil unidades só nos Estados Unidos, onde custa US$ 299 (R$ 925). O aparelho ainda não é vendido oficialmente no Brasil e a Nintendo não confirmou se tem planos para o lançamento no País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.