Tamanho do texto

O ano de 2019 pode ser muito para atletas do MMA brasileiros que lutam no UFC. Confira cinco que vale ficar de olho e que podem render boas apostas

O Brasil é uma das potências do MMA mundial, mas anda em baixa quando o assunto são títulos: apenas Amanda Nunes ostenta o cinturão de campeã, em duas categorias de peso diferentes. Mas esta situação pode mudar em breve, justamente com esta lista dos 5 brasileiros para você ficar de olho em suas apostas no UFC em 2019.

Leia também: Prepare-se para o Carnaval jogando cassino online

Brasileiros para ficar de olho em apostas no UFC em 2019
Montagem/Reprodução
Brasileiros para ficar de olho em apostas no UFC em 2019

Para esta lista colocamos as nossas principais apostas no UFC em 2019 para pelo menos conseguir uma disputa de cinturão neste ano que se inicia, atletas que poderão fazer com que você lucre com seus palpites em seu site de apostas favorito:

  • Jussier Formiga

Quando o UFC resolveu criar a divisão dos pesos-mosca (com limite de peso de 56,7 kg) parecia apenas questão de tempo até o brasileiro Jussier Formiga conseguir uma disputa de cinturão contra o então campeão Demetrious Johnson. Afinal, Jussier chegava ao UFC com status de campeão do Shooto e com um cartel com 14 vitórias e apenas uma derrota.

Porém, o brasileiro enfrentou mais problemas do que poderia imaginar e uma derrota logo em sua estreia no maior evento de MMA do mundo acabou jogando um balde de água fria em seus planos.

O desempenho melhorou com o tempo e Formiga parece cada vez mais perto de conseguir sua sonhada disputa de cinturão, com 3 vitórias consecutivas e no primeiro lugar no ranking de sua categoria.

  • Jéssica Andrade

Entre todos os atletas brasileiros sem sombra de dúvidas quem está mais perto de conquistar um título é a paranaense de 27 anos Jéssica Andrade , que já tem a disputa de título marcada contra a campeã peso-palha feminino Rose Namajunas para o UFC 237 que acontecerá no Brasil em maio, muito provavelmente na Arena da Baixada em Curitiba.

As chances de vitória são imensas, já que até mesmo para os sites de apostas esportivas como o  Betz Club a brasileira entra com total favoritismo para ficar com a vitória.

Jéssica “Bate-Estaca” Andrade pode conquistar o título e novamente escrever seu nome na história do MMA nacional onde já tem um capítulo especial: foi a primeira brasileira a lutar no UFC no já distante ano de 2013.

  • Marlon Moraes

Marlon Moraes chegou ao UFC com status de campeão peso-galo do WSOF e vindo de uma incrível série de 13 lutas consecutivas com vitória. Porém, logo em sua chegada ao evento foi recepcionado pelo também brasileiro Raphael Assunção, que o derrotou por decisão dividida.

Após este revés o brasileiro já entrou em ação por mais 3 vezes no UFC, vencendo todas. Agora precisará passar por uma revanche contra Assunção e em caso de vitória tem tudo para disputar o cinturão da categoria, que atualmente está nas mãos de TJ Dillashaw.

  • Paulo Borrachinha

Paulo Borrachinha no UFC
UFC/Divulgação
Paulo Borrachinha no UFC

Aos 27 anos de idade Paulo Henrique Costa, o Paulo Borrachinha, ainda não sabe o que é perder em sua carreira profissional no MMA. O mineiro nascido em Contagem iniciou a sua carreira em 2013 e ostenta um cartel com 12 vitórias e nenhuma derrota.

E apenas estes números não traduzem o tamanho da expectativa sobre Borrachinha: são 11 vitórias por nocaute e uma por finalização, e em apenas 3 oportunidades o lutador precisou do segundo round para garantir a vitória. Nas demais, vitória contundente nos primeiros 5 minutos.

Paulo Borrachinha tinha luta marcada contra o cubano Yoel Romero, primeiro colocado do ranking peso-médio do UFC e provavelmente conseguiria disputar o título em caso de vitória, mas uma lesão irá manter o brasileiro afastado do octógono pelo menos até a metade do ano, o que pode dificultar uma disputa de título ainda em 2019.

  • Mackenzie Dern

Tudo bem, nós sabemos que Mackenzie Dern é americana. Mas a filha da lenda do jiu-jítsu Wellington “Megaton” Dias merece um lugar em nossa lista por ser filha de brasileiro e por toda a admiração e carinho que já demonstrou pelo país.

Campeã mundial de jiu-jítsu e  ainda invicta em sua transição para o MMA com 7 vitórias em 7 combates, Dern pode ser uma das apostas no UFC em 2019 mais certeiras caso consiga superar o seu eterno problema com a balança.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.