Tamanho do texto

Após derrota na Copa do Brasil, clube está focado para escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas segue com má campanha

Após a final da Copa do Brasil na última quarta-feira, que coroou o Cruzeiro como o único hexacampeão do torneio, uma luz amarela se acendeu para o Corinthians que perdeu o título para os mineiros. Além de não conquistar a taça , o prêmio milionário e a vaga na Copa Libertadores da América, a nova realidade para a equipe agora é um Corinthians com risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Corinthians com risco de rebaixamento?
Reprodução
Corinthians com risco de rebaixamento?


Atualmente o Corinthians luta na parte de baixo da tabela e tem uma pontuação semelhante à pontuação que tinha em 2007, ano em que caiu para a Série B do Brasileirão , e esta situação com o Corinthians com risco de rebaixamento já foi tema inclusive da entrevista pós-jogo do treinador Jair Ventura e do presidente Andrés Sanchez, que assumiu toda a culpa pelo momento vivido pelo time e pelo desmanche ocorrido no segundo semestre de 2018.

- Com certeza eu assumo totalmente a culpa. Agora eu vendi o Rodriguinho. O Balbuena não dava para segurar, porque só renovava daquele jeito. Sidcley não era nosso, o Maycon já vinha negociando, estava apalavrado. Perdemos jogadores importantes, vai acontecer ano que vem, acontece todo ano. O Corinthians não ia vender ninguém, mas vem proposta e fica impossível de segurar o jogador - Disse o presidente do Corinthians após a perda do título da Copa do Brasil.

Leia também: Palmeiras é favorito ao título da Libertadores e pode fazer história

Andrés Sanchez também aproveitou a entrevista coletiva e as perguntas dos jornalistas para assumir que sim, o clube se preocupa com os riscos de disputar novamente uma Série B caso o desempenho corintiano não melhore nas rodadas finais.

- Lógico que preocupa, estamos a três, quatro pontos do Z4. Estamos tristes pela derrota, e temos oito, nove finais no Brasileiro pela frente. E já estamos montando time para 2019, vamos montar time forte.

Corinthians com risco de rebaixamento?
Reprodução
Corinthians com risco de rebaixamento?


A preocupação da cúpula corintiana não é sem fundamento. Afinal, no momento em que a entrevista foi concedida, antes da 30ª rodada, o Corinthians aparecia com 35 pontos, apenas 4 acima da zona de rebaixamento.

E este desempenho é muito parecido com o que o time tinha em 2007, ano da queda no Campeonato Brasileiro. Também na 29ª rodada o time tinha 34 pontos conquistados, apenas um a menos do que em 2018.

No fatídico ano de 2007 o Corinthians terminou a 38ª rodada com 44 pontos na 17ª colocação, um ponto atrás do Goiás que foi a última equipe a se salvar na ocasião. Neste ano os matemáticos da UFMG colocam esta pontuação como quase segura para quem quer fugir da segunda divisão, com apenas 6% de chances de queda.

Em 2018 a pontuação que praticamente garante a permanência na Série A novamente será de 45 pontos, embora ainda traga 1% de chances de rebaixamento. A pontuação considerada 100% segura até aqui são os 48 pontos.

Com uma reta final decisiva, os sites de apostas esportivas, como o Betz Club , já começam a calcular as chances de o time vencer as suas partidas com muito mais cuidado, agora que serão praticamente 9 “finais” até a 38ª rodada do Brasileirão.

Em 2007 nas últimas 9 rodadas o alvinegro paulista venceu duas vezes, perdeu outras três e empatou quatro partidas. Neste ano o Corinthians com risco de rebaixamento enfrenta Bahia, Vasco, Chapecoense e São Paulo em casa e Vitória, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-PR e Grêmio longe de Itaquera.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.