Tamanho do texto

Veja o que se deve evitar na hora de participar de um jogo de bingo

Um dos mais longevos e populares jogos de azar no Brasil e no mundo, o jogo de bingo é algo do qual todo mundo já participou pelo menos uma vez na vida. Em uma reunião familiar, em um acampamento de férias, com os amigos, na festa junina do trabalho ou na internet.

Leia também: Site de apostas lista os três maiores favoritos ao título da Premier League

Jogo de bingo pode e deve ser uma diversão relaxante e lucrativa
Divulgação
Jogo de bingo pode e deve ser uma diversão relaxante e lucrativa

Ideal para confraternizações e passatempo, o jogo de bingo é uma excelente introdução ao universo dos jogos – seja no ambiente virtual ou em cassinos convencionais. Justamente por isso não só é oportuno, como recomendável saber o que evitar na hora de se experimentar pelo bingo .

  • Não existe craque no Bingo

A probabilidade matemática é igual para qualquer pessoa no jogo. Pensar que por mais veterano e vitorioso que se seja na atividade, se transformou em um craque é um erro e um que pode afetar a capacidade de concentração do jogador, elemento fundamental para criar as circunstâncias competitivas para ser bem sucedido na modalidade.

Este não é um esporte, como o futebol, ou um jogo como o Pôquer, em que fundamentos como sorte e estratégia se completam e devem ser combinados. Essas são atividades em que a prática constante é aperfeiçoadora e não é exatamente assim neste jogo de azar.  É importante não se deixar levar pelo entusiasmo e manter uma postura sóbria e atenta sempre que estiver jogando.

  • Não entender sua cartela

Há sistemas com 60, 75, 90 ou mais bolas e é importante saber que há um reajuste de probabilidades de acordo com o número de bolas jogadas e como isso se reflete na sua cartela, seja ela física ou virtual. Não ter uma dezena (20 a 29) em uma cartela, por exemplo, é mau sinal. Isso porque suas chances de fechar uma linha ou coluna sem uma dezena se tornam sensivelmente menores.

Portanto, entender sua cartela significa perceber antes mesmo da partida começar – esse esforço de compreensão, claro, desconsidera o fator sorte – se suas chances são mais equilibradas ou não .

  • Distração

É importante ter atenção a todo o tempo, principalmente quando se jogar em frente ao computador, que reúne diversos aspectos e condições capazes de nos distrair muito rapidamente. Perder a chamada de uma bola pode fulminar a fase mais sortuda

  • Fé cega na teoria Tippet

O estatístico britânico L.H.C Tippett elaborou uma teoria complexa sobre a aleatoriedade. Importante deixar claro que não há evidência estatística que apoie essa postulação.

A formulação sugere que os números sorteados em uma partida gravitam em torno de um número médio. Por exemplo, se houver 99 bolas de bingo em jogo, e é um jogo curto, escolha cartões com números mais próximos de 1 e 99. Se for um jogo longo, escolha números que estejam mais próximos do número médio 45.

Muitos levam essa teoria a ferro e fogo e, como em tudo na vida, nenhuma teoria deve prevalecer sobre as demais. A fé cega em Tippet pode comprometer uma avaliação melhor da sua cartela e de suas chances.

  • Físico x online

Muitos pensam que é tudo a mesma coisa, mas há diferenças importantes em relação a jogar bingo em um casino ou em um evento no trabalho ou entre amigos e na internet. Por isso é importante estar atento às orientações e regras do site de apostas de sua preferência. O Betz Club , por exemplo, reúne diversos tipos de jogo de bingo indicados tanto para jogadores experientes, como para iniciantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.