Tamanho do texto

Conheça onze curiosidades sobre Horizon Zero Dawn antes de seu lançamento; game será lançado para PS4, Xbox One e Microsoft Windows

Horizon Zero Dawn está chegando! Esse ambicioso RPG da Guerilla Games promete revolucionar a forma como os jogadores se relacionam com games em mundo aberto. Pensando nisso, o iGames separou dez curiosidades interessantes sobre o game, que podem fazer a diferença durante o jogo. Confira:

+ Nintendo Switch pode proibir compartilhamento de jogos

Horizon Zero Dawn
Reprodução
Horizon Zero Dawn

Domesticar robôs

Para se movimentar no mundo proposto por Horizon Zero Dawn , existem diversas formas possíveis. Uma das mais rápidas, obviamente, é através dos robôs. É possível domesticá-los através de um sistema de hack e percorrer o mundo montado em um deles.

Muitos anos de produção

O game começou a ser produzido pela Guerilla Games em 2011, e sua produção somente foi finalizada em 2017, totalizando assim seis anos de desenvolvimento do projeto. Isso se deve, em parte, por conta da experiência que os desenvolvedores gostariam de entregar, promovendo uma nova relação com o mundo aberto.

Produção de armas

Quando Aloy vence as batalhas e derrota máquinas, suas carcaças ficam apodrecendo no cenário. Dessa forma, é possível coletar partes desses corpos de robôs destruídos e, com eles, construir armamentos para a protagonista.

Easter Egg de Death Stranding

Durante a aventura de Aloy, é possível encontrar um amuleto muito parecido com o logo da Kojima Productions. Em sua descrição, há pistas que apontam para o primeiro trailer do novo game de Hideo Kojima.

+ Injustice 2 ganha novos trailers com Superman, Arlequina e Mulher Maravilha

Inimigos mais difíceis dão itens mais raros

Essa não é bem uma novidade, pois isso é bem comum nos videogames. Mas, apesar de o sistema de premiações de itens ser aleatório, quando Aloy enfrenta inimigos mais difíceis, o jogador tende a receber itens mais raros como prêmio.

O jogo não se resume a cair na porrada com robôs

Há muito mais o que fazer além de lutar com robôs neste game. Existem algumas missões a serem cumpridas, é possível vagar por aí coletando itens e pedaços de robôs destruídos, construir coisas... As opções são bastante variadas.

Opções de dialógo existem... Mas não são essenciais

Embora seja possível que os dialógos variem de jogador para jogador, de acordo com as atitudes que ele escolher tomar durante o jogo, elas não afetam de forma drástica o destino de Aloy e as aventuras que ela irá encontrar em sua jornada. Há situações de vida e morte no game, mas elas não são causadas pelos dialógos que o jogador tiver ou deixar de ter.

Localização

O game, apesar de estar em um futuro distópico onde máquinas controlam o mundo e os humanos se fecharam em tribos para lutar por sua sobrevivência, o jogo se passa no estado do Colorado, nos Estados Unidos.

Tempo

Por se passar em um mundo pós-apocalíptico, imagina-se logo que o game se passa em um futuro muito distante. E é exatamente isso o que acontece: este game passa-se há cerca de mil anos do tempo em que vivemos.

Protagonista rejeitada

Aloy cresceu sendo rejeitada pela sua tribo. Isso porque ela é uma espécie de pária no lugar onde vive. Cresceu ouvindo de seus anciões que ela veio "de lugar nenhum", portanto, ela é "ninguém". Para tentar se distrair da rejeição que sofria, a jovem dedicou-se sua vida inteira a treinar suas habilidades de luta e de caça, por isso, é tão boa no que faz.

+ PS4: Saiba tudo sobre o console mais popular da Sony

Um mundo gigante

Acredite, o mundo aberto de Horizon Zero Dawn é muito, muito grande mesmo! O mapa apresenta uma série de áreas para serem exploradas, muito maior do qualquer outro mapa de games já lançados.

    Leia tudo sobre: PS4
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.