Tamanho do texto

De acordo com diretor, Death Stranding é game pensado para comercialização. Kojima também afirmou que fará jogos até morrer

Que Death Stranding, o novo game de Hideo Kojima , não esconde um toque de surrealismo nos visuais e trailers já divulgados todo mundo já sabe. O que deixou os fãs do game designer de queixo caído foi a afirmação de que este trata-se de um projeto pensado para o mercado, com o qual ele e a sua equipe pensaram ao iniciar o trabalho em seu novo estúdio, a  Kojima Productions.

+ Nintendo 64 completa 20 anos no Brasil e ainda tem lugar no coração dos fãs

Death Stranding é o novo game de Hideo de Kojima e será em mundo aberto e terá partes online
Reprodução/Youtube
Death Stranding é o novo game de Hideo de Kojima e será em mundo aberto e terá partes online

"Ao deixar minha antiga empregadora (Konami) e começar uma empresa nova, a primeira questão era sobre o que deveríamos produzir. Naturalmente, temos de fazer algo, mas tenho muitas ideias. Elas surgem todo dia e uma se sobrepõe à outra", afirmou em entrevista ao site americano Glixel , explicando que o jogo deverá se tratar de um novo gênero de game, em tradução livre. "Tinha várias ideias em mente, e acabamos escolhendo a que seria melhor para o mercado, e a que nos deixou mais empolgados. Esta era Death Stranding ", declarou, em tradução livre, deixando claro que quando estava na Konami, a ideia deste projeto não existia.

Ele ainda afirmou que acredita que as produtoras de jogos devem criar produtos compatíveis com a atualidade, e usou o exemplo de   diretores de cinema que têm uma ideia quando são crianças, e só as realizam quando adultos. "Não acho que você deve fazer isso, pois a ideia pode ficar defasada", ressaltou.

+ Pai do Pacman morre aos 91 anos

Por fim, Kojima afirmou que não pretende parar de produzir conteúdos para consoles, e que irá desenvolver games até morrer. "Não quero me aposentar e passar o resto da vida pescando. Quero estar na linha de frente com sangue novo até o fim. Ma estou trabalhando duro há 30 anos, então, lá no fundo, dá uma vontade de tirar uma folga. Eu pensei em tirar uma folga, talvez produzir um curta, mas, no fim das contas, optei por fazer um jogo", em tradução livre.

Sobre o game

Este será um game em mundo aberto, com algumas partes online. Não foram revelados muitos detalhes sobre o enredo do game, mas o desenvolvedor afirmou que o jogo é inspirado em algo de outro mundo que fica encalhado neste – em uma referência a baleias e golfinhos, que costumam encalhar nas praias.

Este será um jogo com muita liberdade de interação com o cenário e jogabilidade co-op, onde todas as coisas estão conectadas. O jogador poderá explorar livremente o mundo em que está – até certo ponto – sem que isso deixe de lado a narrativa que está em progresso.

Já as partes online do game criarão uma espécie de ligação entre os jogadores – que ainda não foi esclarecida. O desenvolvedor usou uma metáfora para explicar o que pretende fazer. Ele disse que a maioria dos games de ação usam “bastões” para que os jogadores usem em combate e interajam entre si. O game pretende usar “cordas” para promover a interação entre os jogadores e conectá-los uns aos outros. Ainda não está claro como isso será feito.

+ PS4: Saiba tudo sobre o console mais popular da Sony

Death Stranding, o novo jogo de Hideo Kojima, ainda não tem previsão de lançamento. O jogo será lançado exclusivamente para PS4 e Microsoft Windows.

    Leia tudo sobre: PS4
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.