Tamanho do texto

Oferecido pela Udacity, curso tem apoio do Google e também foca no desenvolvimento de games em realidade virtual

O lançamento do PlayStation VR foi uma das novidades mais animadoras de 2016 e chamou ainda mais a atenção dos gamers para a realidade virtual aplicada aos jogos. Para quem quer se aprofundar no assunto, a empresa Udacity lançou um curso para fomentar o desenvolvimento dessa tecnologia no Brasil.

O lançamento do PlayStation VR está deixando todo mundo maluco

O lançamento do PlayStation VR foi um dos marcos da realidade virtual aplicada aos games neste ano
Reprodução/Polygon
O lançamento do PlayStation VR foi um dos marcos da realidade virtual aplicada aos games neste ano

O curso é totalmente em português e foi desenvolvido com empresas como Google e HTC. "O objetivo é suprir a demanda dos desenvolvedores", explicou Thales Carvalho , gerente de realidade virtual da Udacity, em entrevista ao iG .

Para ele, as empresas estão procurando a VR para inovar na forma de distribuição e consumo de conteúdo. "A indústria está voltando os olhos para essa nova tecnologia e precisa de mais gente desenvolvendo", disse Carvalho.

Games + VR

Neste ano, a VR esteve em evidência por causa dos games, principalmente após a confirmação do lançamento do PSVR, gadget para PlayStation. Apesar disso, engana-se quem pensa que é só pra isso que a ferramenta serve. "Aplicar em games é mais difícil", avisou Pedro Kayatt, fundador da desenvolvedora Naked Monkey Games, uma das três empresas brasileiras que teve acesso ao PSVR antes do lançamento do equipamento.

Os cinco melhores acessórios de videogames em 2016

Entretanto, o empresário comemora o lançamento do PSVR. Para ele, o gadget pode tornar a nova tecnologia mais acessível. O kit ainda não foi lançado no Brasil, mas custa US$ 399 (cerca de R$ 1.300) nos Estados Unidos. "É muito acessível lá fora", disse. Seu principal concorrente, o Oculus Rift, custa cerca de US$ 599 (R$ 1.975) nos Estados Unidos.

Thales Carvalho também acredita que o gadget pode ajudar no acesso à nova tecnologia. "Há muitas chances do PSVR acelerar a democratização de acesso", disse, mas reiterando que a ferramenta ainda tem problemas. "Os Oculus Rift e HTC são superiores."

Uma nova forma de consumo

Os dois desenvolvedores acreditam que a realidade virtual será uma nova forma de consumo, por isso a tecnologia precisa se desenvolver o mais rápido possível no Brasil. "O País não é consumidor de VR, mas há diversas empresas nascendo", explicou Thales.

Eles ainda cravam que o futuro será ditado por essa nova tecnologia. "As pessoas vão logo se acostumar com esse novo formato de mídia, vai ser como eram as TVs no século XX", comparou Pedro Kayatt. "Vai estar no nosso dia a dia", continou. "É uma forma de consumir conteúdo que veio para ficar", garantiu Thales Carvalho.

Com novidades para o PlayStation, Sony conquistou novos fãs em 2016

O curso de Nanodegree Desenvolvedor de Realidade Virtual da Udacity é 100% online e terá acompanhamento de mentores da área. A mensalidade custa R$ 399 e a empresa devolverá ao aluno 50% do investimento caso ele conclua os estudos em menos de 12 meses. Mais informações no site da Udacity .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.