Tamanho do texto

Inspirado no universo de “Harry Potter”, “Maguss” envia o jogador para um universo de magia. “Maguss” não é um jogo oficial da franquia de J.K. Rowling

Se você ainda não recebeu sua carta para Hogwarts , fique tranquilo. Em pouco tempo, você poderá fazer parte do universo de magia e feitiçaria de “Harry Potter”. Trata-se do game de realidade aumentadaMaguss ”, que será lançado para smartphones em breve, e que transporta o jogador para um universo de magia, onde criaturas mágicas habitam e poderosos feiticeiros convidam o jogador para duelos.

LEIA MAIS:  Febre, coisa do demônio, instrumento da CIA... Desbravamos o "Pokémon GO"

Divulgação
"Maguss" é um game inspirado em "Harry Potter" - porém, não tem relação alguma com a franquia

Contudo, é importante esclarecer que “Maguss” não é um game ligado à franquia de “ Harry Potter ”. Tanto que seu criador, o eslovaco Ondrej Tokar, já foi contatado pela Warner Bros Estúdios, pedindo para que ele se distanciasse do mundo do bruxinho da cicatriz. Ele, porém, desenvolveu o app para fazer exatamente o contrário: chamar a atenção da produtora e aproximar o game do universo de J.K. Rowling.

"Maguss é um jogo de realidade aumentada para smartphones, que te permite caminhar e explorar a Terra e experimentar e viver na Fantasia ao mesmo tempo. O poder há muito tempo esquecido foi encontrado e a magia flui em tudo mais uma vez. Pegue o destino por suas próprias mãos. Junte-se aos outros e molde o futuro do Novo Mundo", em tradução livre, é a definição do site oficial do game.

LEIA MAIS:  Jogador é assaltado durante streaming de "Pokémon Go"

No entanto, diante da falta de resposta da produtora que mantém os direitos da marca “Harry Potter”, ele não pôde produzir o jogo com os elementos oficiais da saga. Então, Tokar criou seu próprio universo – e espera conquistar os fãs da franquia sem infringir nenhuma lei de direitos autorais. Assim, o universo apenas lembra “Harry Potter”, mas nenhum feitiço, criatura ou poção foi copiada da série – tudo foi criado pelos desenvolvedores do game.

No game – que é gratuito – o jogador assume a pele de um bruxo, e deve explorar o mapa do game movimentando-se pelo mundo real. Para tornar-se mais poderoso, deve executar feitiços, duelar contra magos, derrotar criaturas e preparar poções. Te lembra alguém?

O principal aspecto lúdico do game fica por conta do acessório principal: uma varinha que se conecta ao celular via bluetooth, por meio da qual o usuário pode realizar os movimentos para executar os feitiços. Ela custa cerca de US$ 25, mas não é obrigatória. O trouxa – isto é, aqueles que não são bruxos no universo de J.K. Rowling – que quiser ser mais discreto em sua saga, pode executar os movimentos com o próprio smartphone.

Pikachu, é você?

Muitos usuários podem pensar que o desenvolvimento de “Maguss” deu-se após a febre do app de realidade aumentada “ Pokémon GO ”. Porém, este game inpirado em “Harry Potter” já está em desenvolvimento há cerca de dois anos, segundo informações divulgadas pelo próprio site.

LEIA MAIS:  Atualização de "Pokémon Go" permite ver onde pokémons foram capturados

O game “Maguss” está aproximadamente na metade do processo de desenvolvimento. Tokar planeja lançar mais uma campanha de financiamento coletivo no Kickstarter em breve. Ele espera arrecadar o suficiente para que sua equipe consiga terminar o jogo – que, no momento, está sendo financiado pelo próprio idealizador. Tokar ainda espera conseguir entrar em contato com a Warner Bros. e tornar esse app um game oficial de “Harry Potter GO”.

    Leia tudo sobre: Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.