Tamanho do texto

Enquanto a Nintendo não traz o game para o sistema mobile da Microsoft, fãs de Pokémon GO criam uma série de “jeitinhos” para baixar o app

Apesar de ter apenas 1% de usuários no mundo, no Brasil o sistema mobile da Microsoft , o Windows Phone ainda é o segundo mais utilizado. Graças a isso, milhares de fãs sofrem com a falta de “Pokémon GO” para a plataforma e matam a vontade com uma alternativa curiosa. O “PoGo – UWP”, um cliente não oficial da Nintendo .

LEIA MAIS:  Febre, coisa do demônio, instrumento da CIA... Desbravamos o "Pokémon GO"

Pokémon Go
AFP
Pokémon Go

Funciona assim: “PoGo – UWP” utiliza os servidores oficiais da Nintendo para “ Pokémon GO ” para localizar ginásios, pokestops e os monstrinhos de bolso. Porém, por se tratar de um projeto independente e não reconhecido pela desenvolvedora oficial, ainda há muitos bugs e falhas presentes no game.

Além disso, os jogadores podem ser banidos do game, porque a Nintendo entende os usuários do app como trapaceiros. A chance de isso acontecer é grande, visto que dentro da desenvolvedora está havendo uma grande mobilização para desativar e punir todos os apps não-oficiais do game. Uma das saídas para evitar isso, contam os usuários, seria recusar os termos de uso. Apenas na última atualização, o usuário finalmente pôde ter acesso a Pokédex e a sua mochila, onde ele pode ver os itens que está carregando.

LEIA MAIS:  Atualização permite capturar Pokémons lendários

O app foi desenvolvido por um programador independente, que listou algumas razões pelas quais desenvolveu o game, como por exemplo, para mostrar que era possível. A parte mais curiosa da lista, no entanto, é que esse mesmo desenvolvedor foi recusado em uma entrevista de emprego da Microsoft por não mostrar paixão suficiente pelo que fazia para entrar na empresa.

Outra motivação encontrada pelo desenvolvedor foi a petição online com mais de 80 mil assinaturas, feita pelos usuários de Windows Phone e entregue à Nintendo pedindo que “Pokémon GO” fosse importado para o sistema operacional mobile da Microsoft. A petição, no entanto, não foi considerada pela desenvolvedora japonesa.

“PoGo-UPW” já tem mais de 50 mil usuários e o site do game já recebeu mais de 1,5 milhão de visitas.

Emuladores Android: Outra saída

Outra saída para os usuários de Windows Phone que desejam jogar ”Pokémon GO” é instalar um emulador Android no smartphone ou computador. Dentre os mais conhecidos estão o Bluestackes e o Nox – este último já vem com o game dos monstrinhos de bolso da Nintendo pré-instalado.

LEIA MAIS:  Aplicativo “Poké Radar” é aliado na caça aos pokémons

Os usuários que jogam “Pokémon GO” por meio de emuladores lembram, no entanto, que algumas funções ficam um pouco diferentes, como a realidade aumentada. No entanto, isso é melhor do que não jogar, não é mesmo?

    Leia tudo sobre: Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.