Tamanho do texto

Dessa vez, o barman Desmond Miles, de "Assassin's Creed", assume a identidade de seu antepassado veneziano Ezio Auditore da Firenze

Desmond Miles agora é Ezio Auditore da Firenze
Divulgação/Ubisoft
Desmond Miles agora é Ezio Auditore da Firenze

"Assassin's Creed II" é a sequência de “Assassin's Creed”, ele foi lançado em 17 de novembro de 2009 na América do Norte e em regiões PAL (trata-se de um território de países para distribuição de jogos eletrônicos, que abrange Austrália, Nova Zelândia e Reino Unido. Algumas vezes, chega a abranger outros países europeus) para iPhone OS, PlayStation 3 e Xbox 360 e no dia 9 de Março de 2010 para Microsoft Windows.

+ Entenda as novidades do novo Xbox One: Elite

Entre os fãs, Assassin's Creed II continua sendo um dos melhores jogos da série desde 2009, quando chegou ao mercado no Xbox 360, PS3 e PC. Contribuem para isso sua história, que é realmente interessante, e também o protagonista: Ezio Auditore , conhecido por ser o melhor personagem da saga, graças a seu carisma e seu elevado senso de justiça.

Jogabilidade e Enredo

Assassin's Creed II: Combate nas ruas de Veneza
Divulgação/Ubisoft
Assassin's Creed II: Combate nas ruas de Veneza

O jogo começa imediatamente após os eventos de “Assassin’s Creed I”, Desmond Miles e uma aspirante a assassina, Lucy Stillman, escapam do laboratório de Abstergo, seguindo para um esconderijo dos assassinos. Desmond descobre que os assassinos, com poucos recursos e dinheiro, estão tendo dificuldades para vencer os Templários. Stillman, um dos assassinos, revela que ela e uma nova equipe têm trabalhado em um novo dispositivo, o Animus 2.0. Desmond então vê as memórias de um novo assassino através da nova máquina.

O jogador então está no renascimento Italiano, no ano de 1476 (o jogo vai até o ano de 1499). O protagonista dessa vez é Ezio Auditore da Firenze, um assassino de uma longa linhagem da Ordem dos Assassinos. Seu objetivo é evoluir ao longo da história e tornar-se um assassino melhor. O pai de Ezio e seus irmãos são executados em praça pública, após serem acusados de trair a cidade de Florença.

O protagonista também seria executado, mas consegue escapar da morte e foge, com sua mãe e irmã, para a Villa dos Auditore, onde descobre que seu pai e seus irmãos eram, secretamente, assassinos. Para ajudar seu tio e vingar seus familiares executados, Ezio passa a ajudar seu tio Mario na guerra contra a Ordem dos Templários. Como Altaïr, Ezio também é um ascendente direto de Desmond Miles, e sete gerações separam os protagonistas do primeiro e segundo jogo da franquia.

+ Não comprou The Witcher 3 ainda? Eis vários motivos para correr atrás

Assim como em “Assassin’s Creed I”, são apresentadas várias figuras históricas, como Leonardo Da Vinci, Niccolò Machiavelli, Catarina Sforza, Lorenzo de' Medici, Rodrigo Bórgia e Cesar Bórgia. Da mesma forma que no jogo anterior da franquia, o jogador tem livre acesso para movimentar o protagonista e interagir com o cenário. É possível nadar e usar os canais de Veneza, pilotar pequenos barcos, pilotar uma máquina voadora construída por um jovem Da Vinci, escalar prédios, entre outras possibilidades. Para os assassinatos, há uma gama muito mais ampla de armas disponíveis, como machados, lanças, espadas, facas e adagas. Há, ainda, a opção de desarmar adversários e usar suas armas contra eles e, também, é possível agora assassinar dois inimigos de uma vez só, com a lâmina dupla do personagem. O jogador também é capaz de cometer um assassinato escondido se estiver posicionado corretamente em proximidade com o alvo e se o jogador permanecer anônimo sem ter de selecionar as lâminas duplas. Uma lâmina envenenada é outro update das lâminas escondidas que Ezio conseguirá de Da Vinci.

Assassin's Creed II
Reprodução/Youtube
Assassin's Creed II

Enquanto em “Assassin’s Creed I” há cinco ou seis tipos de missões, na segunda parte do jogo são catorze e dezesseis tipos. Isso faz com que missões maiores se juntem; uma missão pode começar como missão de escolta, se tornar missão de caça, e terminar como missão de assassinato. A estrutura das missões de “Assassin's Creed” foi descartada, logo não há mais investigações. O sistema de saúde também foi ajustado para se tornar mais dinâmico e participativo, a "sincronização de memória" - destaque do primeiro jogo - apenas serve para carregar a saúde até certo ponto. Ferimentos mais graves requerem uma viagem até os vários médicos, que podem trazer Ezio de volta a saúde completa. Também há um sistema de notoriedade, e o personagem se torna mais notório conforme Ezio completa mais missões, porém a infâmia de Ezio pode ser diminuída ao arrancar pôsteres de "Procurado" dele ou subornando testemunhas.

Em Assassin's Creed II, os canais de Veneza têm papel importante na trama
Divulgação/Ubisoft
Em Assassin's Creed II, os canais de Veneza têm papel importante na trama

Outra inovação é o novo sistema de dia e noite, que faz com que algumas missões só possam ser completadas em um período determinado. Além disso, foi implantado nessa franquia um sistema econômico, que possibilita que Ezio possa contratar personagens não jogáveis. Ezio também pode roubar de qualquer um dos personagens. O jogador também pode usar os "codex", encontrados durante o jogo, para atualizar armas e conseguir pontos de saúde extras, através de Leonardo da Vinci.

Ao contrário de Altair, o qual o dedo anelar foi amputado para acomodar o uso de sua lâmina escondida, Ezio exibe um anel com o brasão de sua amada. No enredo do jogo, existe uma piada interna em que Leonardo da Vinci conserta a mesma lâmina e diz para o protagonista que ele deveria amputar o dedo anelar para poder usá-la, ele acredita em Leonardo e coloca o dedo em cima de uma mesa para proceder o amputamento, mas Leonardo aproveita para dar um susto em Ezio e diz que com as modificações feitas por ele na lâmina não era mais necessário o usuário fazer aquilo. É possível que essa Lâmina Oculta seja a mesma que fora usada por Altair e que talvez a família de Desmond tenha a tradição de passá-la de pai para filho.

+ Capcom confirma remake de Resident Evil 2

Recepção

Até Janeiro de 2010, "Assassin's Creed II" vendeu 6 milhões de cópias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.