Tamanho do texto

O novo game da série "God of War" gera expectativa entre fãs, mas ainda não tem data prevista de lançamento, segundo a desenvolvedora Sony

Novo God of War apresenta o filho de Kratos
Reprodução/Youtube
Novo God of War apresenta o filho de Kratos

O clima no universo dos games é de grande expectativa para o lançamento do novo “God of War”. Esse game, promete a desenvolvedora Sony, será um recomeço para a série – por isso, ele não vem com a numeração (IV) no título. Por isso, a expectativa geral entre os fãs da saga do espartano Kratos é que esse game seja totalmente diferente de seus antecessores. "Estamos reiniciando o relógio", disse Cory Barlog, o diretor criativo da série, ao site VentureBeat. "Kratos é nosso guia, nossa constante através dessa franquia. Mas estamos basicamente recomeçando todo o resto do zero."

Brasil Game Show aproxima fãs brasileiros de jogos lançados em grandes feiras

O guerreiro de “ God of War ” agora não é mais o assassino visto nos primeiros games da saga, mas sim, pai de um garoto que precisa ser protegido e educado. Depois de ter sido enganado por Ares , no primeiro jogo, e matar sua família, partiu para uma missão de vingança para os deuses do Olimpo . Kratos então mudou-se para o norte da Europa, onde construiu uma nova família. Portanto, esse é um episódio mais focado em mitologia nórdica .

Barlog garante que a mãe do filho do espartano terá um papel importante na história do novo game. Portanto, ele deverá estar mais focado em garantir que o garoto não cometa os mesmos erros que ele cometeu, enquanto seus inimigos podem ver no menino uma maneira de atingir o Fantasma de Esparta. Vale lembrar que o menino é um semideus. O diretor ainda revelou que "Kratos acredita que o poder de deus é uma doença, algo que foi forçado sobre si contra sua vontade".

Cenas do novo God of War
Reprodução/Youtube
Cenas do novo God of War

Há muita especulação sobre o que esse novo episódio, ainda sem data para lançamento, pode trazer. Durante a E3 2016 (Electronic Entertainment Expo 2016), maior feira de games do mundo, havia muita esperança por parte dos fãs que a Sony divulgasse uma data de lançamento. Porém, a desenvolvedora recusou-se a dar essa informação.

Fabrício Luz, 28, estudante de jornalismo, tem grandes expectativas para o novo game da saga. "Imagino que com uma nova mitologia, a série possa renascer e ter, inclusive, novas trilogias. O primeiro trailer mostrou um Kratos mais velho junto de seu filho. Só isso, já abre uma gama de possibilidades que podem ser exploradas na trama. Poderíamos, inclusive, jogar com o filho dele nos próximos jogos. Com isso, de alguma forma, ligar com outras mitologias e deuses, não apenas gregos e nórdicos."

Liberdade na criação de efeitos para games faz toda diferença, diz especialista

Outra grande fã da série, Caroline Locatelli, 21, estudante de Engenharia Elétrica, afirma esperar coisas boas desse novo “God of War”. “Eu estou com boas expectativas com relação ao jogo, ainda mais porque vai focar em algo que é mais atrativo para mim, que é a mitologia nórdica. Os gráficos do jogo e os cenários estão, aparentemente, muito bonitos, e eu particularmente adorei a inserção de novas criaturas (como dragões). Estou ansiosa pela história desse novo jogo”, afirmou.

Já Rafael Barbosa, 21, professor de inglês, acredita que o novo “God of War” será um divisor de águas na história de Kratos. “Por mais que tenha um ar mais de RPG do que um game épico, mas eu acho que vai ser muito bom. Espero que traga inovações como mundo aberto, exploração, sistemas de upgrades, diversos tipos de missões secundárias, além de uma maior interação com o filho do Kratos. Também gostaria que houvesse referências aos games anteriores”.

O jornalista especializado em games Sérgio Oliveira faz algumas previsões sobre o que espera encontrar nesse novo "God of War". "Acredito que 'God of War 4' chega para mudar alguns conceitos técnicos que sempre foram aplicados na franquia, mas o enredo deve continuar sendo basicamente o mesmo. Isso porque o novo título vem sendo tratado pela própria Santa Monica (desenvolvedora do jogo) como um 'reboot', entre aspas mesmo, pois a história não recomeça do zero, mas traz uma reestruturação de elementos que já tínhamos nos acostumado nos três primeiros jogos numerados da franquia", afirmou.

"Desta vez, Kratos reaparece transformado não só visualmente, com uma barba gigantesca, mas seu comportamento e temperamento. Agora, o herói está muito mais contido, e isso tem muito a ver com o fato de ele ser pai novamente", teoriza o jornalista.  

Cenas do novo God of War
Reprodução/Youtube
Cenas do novo God of War

Além disso, Oliveira cita uma inovação que ele espera ver no game, "desta vez o jogo trará um sistema bacana de experiência, em que você deve juntar pontos para trocar por pontos e habilidades". Apesar de esse sistema não ser inédito na franquia, no novo "God of War", ele se diferencia por exigir que o jogador cumpra pequenas missões em com a ajudado filho de Kratos, diferente de só coletar orbes vermelhas - como ocorre nos jogos antecessores. Esse detalhe pode mudar drasticamente a forma de interação com o game. "Desconfio que a participação do menino, que ainda não teve seu nome divulgado, irá muito além dessas aparições pontuais", pondera Oliveira.

Jay Puryear comenta as melhorias e o beta de Call of Duty: Black Ops 3

Sobre o game

“God of War” é uma série de jogos eletrônicos de ação-aventura vagamente baseada na mitologia grega criada por David Jaffe. Lançada inicialmente em 2005, a série tornou-se carro-chefe para a marca PlayStation, que conta com sete jogos em várias plataformas.

A história centra-se em torno de sua personagem jogável, Kratos, um guerreiro espartano enganado para matar sua esposa e filha por seu antigo mestre, o deus da guerra Ares. Furioso, Kratos mata Ares a mando da deusa Atena e toma seu lugar como o novo deus da guerra, mas ainda é assombrado por pesadelos de seu passado. O espartano em seguida busca vingança contra os deuses para suas maquinações. O que acontece nos jogos seguintes é uma série de tentativas de libertar-se da influência dos deuses e dos titãs, e vingar sua família. Cada jogo faz parte de uma saga que tem a vingança como fator motivador central.

Os jogos da série foram elogiados por serem os melhores jogos de ação para a marca PlayStation, e alguns dos melhores jogos de ação de todos os tempos. Em junho de 2012, a Sony informou que a série tinha vendido mais de 21 milhões de cópias em todo o mundo. A boa recepção pelo público, confirmada pela grande quantidade de vendas e suporte da série levou a expansão da franquia em outros meios, tais como uma série em quadrinhos — "God of War", dois romances — "God of War" (2010) e "God of War II" (2013)— e um graphic novel—"Rise of the Warrior" (2012–13). A adaptação para o cinema do primeiro jogo está em desenvolvimento desde 2005. Obras de arte, roupas, brinquedos e réplicas também figuram a grande lista de artigos com o tema “God of War”.

    Leia tudo sobre: PS4
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.